Avaliação do Tópico:
  • 0 voto(s) - 0 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Fanboyismo
#1
O que é "fanboyismo"? É uma lealdade irracional a uma empresa ou marca. É "eles podiam empacotar m*rda, e eu comprava, com um grande sorriso na cara".

É um grande problema, hoje em dia, nas consolas; muita gente escolhe uma, e nunca mais olha para as outras, e defende a sua "favorita" com unhas e dentes; mesmo defeitos óbvios são defendidos.

Um exemplo (não relacionado com consolas) é que era bom que o Windows NT crashasse (ao contrário dos Unixes), porque servia para os servidores descansarem. Smile

Já ouvi bocas de que eu sou um "fanboy" da Nintendo. Mas não acho: a GC foi a minha primeira Nintendo (e não a minha primeira consola). Não tenho qualquer "lealdade" à Nintendo; simplesmente, são, actualmente, os que fazem / possibilitam os jogos que me agradam. Já sou velho demais e ando nisto há tempo demais para me babar com "mais polígonos!" "melhores texturas!" "mais frames/segundo!" e outras (ahem) "inovações".

O que me impressiona são coisas novas, formas novas de jogar, jogos como nunca vi, ou como já não via há 20 anos. A maior parte destes, hoje em dia, estão numa consola de 2 ecrãs.

Se a Nintendo mudasse de direcção, seria o primeiro a mudar, a ir procurar alternativas. Talvez voltasse ao PC, por exemplo. Um "fanboy" não faria isto. Smile

Agora, eu *acho* que temos aqui fanboys da Sony. Wink
"Being based on history, the stages of the game will also be based on battles which actually took place in ancient Japan. So here's this giant enemy crab..."
Responder
#2
Não serei eu, de certeza.

Já joguei consolas da Sega, Nintendo, Microsoft, Sony e até Philips, todas com o mesmo entusiasmo.

A primeira consola a que joguei foi uma NES, e gostava, naturalmente. O Super Mario Bros. era divertido, lembro-me de um jogo dos Flintstones e outro dos Tiny Toons que também tinham piada, etc. Passei depois para a Mega Drive, com os Sonics, Streets of Rage, Psycho Pinball, World Cup Italia 90, etc.

Defendo que haja sempre mais que uma consola, se já disse que a PS2 é melhor que as outras todas juntas terá sido há muito tempo, certamente. Não tenho qualquer vergonha em dizer que a PS2 é a que tem os conteúdos que mais me agradam: Devil May Cry, Final Fantasy, SmackDown! vs RAW, Viewtiful Joe (nunca disse que seriam exclusivos, mas a versão PS2 do 1 tinha mais coisas que a da NGC, nomeadamente, DANTE!), Baldur's Gate: Dark Alliance, Mashed, Street Fighter clones (Marvel vs Capcom 2, Capcom vs SNK2, etc.) e até o PES, volta e meia.

Conheço poucos jogos da Xbox, mas sempre gostei mais de jogar Halo numa que num PC. Lembro-me de jogar o 1 em co-op com um amigo meu e ser divertido Smile

A GameCube dá os jogos ideiais para os eventos BattleCattle porque são easy-to-learn, not-so-easy-to-master, e todos têm uma hipótese de ganhar. Basta ver que um leigo não pode alguma vez sonhar ganhar a um "l33t" no Budokai Tenkaichi, e tem muito mais hipóteses num Mario Party, Mario Golf ou coisa parecida.

É bastante óbvio que os jogos serem simples não faz deles "simplórios", têm profundidade mais-que-suficiente para uma longevidade considerável. No entanto, ficaria impedido de disfrutar da série de jogos que motivou toda a minha busca por uma PS2 (Devil May Cry).

É, mais que tudo, uma questão de conteúdos.

Evidentemente que cada consola tem conteúdos diferentes, o que é óptimo. Tal como um Mario na Xbox não ficaria bem, também um Rainbow Six ou equivalente, mais baseado no online que outra coisa, não ficaria bem na GameCube.

Na geração "cessante", era uma questão de número de jogadores (na mesma sala), a meu ver:
- Xbox: 1 jogador;
- PlayStation2: 2 jogadores;
- GameCube: 4 jogadores;

Tenho a ideia de ser esta a estrutura com que os jogos têm sido lançados tendo em conta as consolas, com a mais-que ocasional excepção.

Faço por falar das coisas depois de as experimentar. Manifestei o meu desagrado com o comando clássico da Wii devido a me parecer inferior em ergonomia e funcionalidade ao da NGC, mas posso muito bem estar errado. Defendo o WoW em detrimento do GW porque já experimentei os 2, evitando atacar o outro em vez de defender "o meu".

Mas não ando para aí aos (m)urros a defender o que me pareceu melhor ideia comprar. Vou-me abster de fazer comparações a este respeito.
"I have no answers for you, vermin. Only scorn!"
- The Vyro-Ingo, "Star Control 3"
Responder
#3
No meu lado, tou no "tasse bem". Eu gosto das consolas, como o Kanzentai, pelo que elas me oferecem - calhou eu gostar mais da playstation, porque foi a minha primeira consola (não a primeira que joguei e, aliás, foi o Dehumanizer que me fez entrar neste mundo diabólico da sony - ele não é cá fanboy). A sony, como o pato anterior disse, tem jogos da minha preferência que, mesmo que alguns, não sendo exclusivos, prefiro-os na PS (GT, MGS, FF, PES, DMC, ToCa.. entre outros que fizeram parte da minha juventude (e que ainda fazem Biggrin) )

Sempre gostei da Nintendo. Desta comecei com o Gameboy "tijolo" que tem o meu Super Mario preferido... não há melhor pra mim - "Super Mario Land 2".. A NGC, para mim, não é bem uma consola, é uma máquina de entertenimento (não é isso a definição de consola que conhecemos?) talvez... até agr, ngc tem sido uma "party-console" que serve justamente os propósitos do battlecattle..

a xbox não a conheço o suficiente mas sinceramente... não gosto. Tenho esse direito. Não gosto, simplesmente. Não tem nada do que procuro, tirando uma coisa ou outra. Aliás: o único jogo que gostava de ter seria o Forza Motorsport - mais nenhum. Halo? joguei pra pc... fps? há melhores..

pra mim ps2 tem sido a melhor (repito: para mim) se a defendo? Se houver razões.. Defeitos? tem muitos..
De todos os fóruns que conheço, este é um deles.
Responder


Saltar Fórum:


Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)